A coberta de pele de texugo era grosseira e sem atrativo.
Era a única coberta visível do lado de fora.

'As Cortinas da Cobertura' (Ex 26:1-14)

Tabernáculo tinha quatro cobertas, a primeiro era de linho, a segunda era de pelos de cabras, a terceira era de pele de carneiro tingida de vermelho, e a quarto era de peles de texugos. A pele de texugo a única coberta que era vista do lado de fora, era grosseira e sem atrativo.

Ex 26:1-14 "E o tabernáculo farás de dez cortinas de linho fino torcido, e azul, púrpura, e carmesim; com querubins as farás de obra esmerada. O comprimento de uma cortina será de vinte e oito côvados, e a largura de uma cortina de quatro côvados; todas estas cortinas serão de uma medida. Cinco cortinas se enlaçarão uma à outra; e as outras cinco cortinas se enlaçarão uma com a outra. E farás laçadas de azul na orla de uma cortina, na extremidade, e na juntura; assim também farás na orla da extremidade da outra cortina, na segunda juntura. Cinqüenta laçadas farás numa cortina, e outras cinqüenta laçadas farás na extremidade da cortina que está na segunda juntura; as laçadas estarão presas uma com a outra. Farás também cinqüenta colchetes de ouro, e ajuntarás com estes colchetes as cortinas, uma com a outra, e será um tabernáculo. Farás também cortinas de pêlos de cabras para servirem de tenda sobre o tabernáculo; onze cortinas farás. O comprimento de uma cortina será de trinta côvados, e a largura da mesma cortina de quatro côvados; estas onze cortinas serão da mesma medida. E juntarás cinco destas cortinas à parte, e as outras seis cortinas também à parte; e dobrarás a sexta cortina à frente da tenda. E farás cinqüenta laçadas na borda de uma cortina, na extremidade, na juntura, e outras cinqüenta laçadas na borda da outra cortina, na segunda juntura. Farás também cinqüenta colchetes de cobre (bronze), e colocarás os colchetes nas laçadas, e assim ajuntarás a tenda, para que seja uma. E a parte que sobejar das cortinas da tenda, a saber, a metade da cortina que sobejar, penderá de sobra às costas do tabernáculo. E um côvado de um lado, e outro côvado do outro, que sobejará no comprimento das cortinas da tenda, penderá de sobra aos lados do tabernáculo de um e de outro lado, para cobri-lo. Farás também à tenda uma coberta de peles de carneiro, tintas de vermelho, e outra coberta de peles de texugo em cima."

A Primeira Coberta (Uma Cortina)

A primeira coberta consistia em linho entrelaçado (finamente trançado) juntamente com material azul, purpúra e escarlate. As cores foram tingidas no linho. A palavra para 'linho finamente tecido' como no texto grego, vem do egípcio. O Egito era na ocasião famoso pela produção de linho e especialmente 'linho entrelaçado' no qual toda linha era trançada de muitos fios.

Esta cortina extravagante também foi decorada com figuras de querubins que foram bordados habilmente. Só eram vistos querubins nesta cortina e no véu. Então, somente no santo lugar ou no Santo dos Santos os Querubins eram vistos pela armação da cortina interior e no véu.

(Veja O Querubim )

Querubins (que é o plural de querubim) eram seres angelicais celestiais do reino espiritual. Eles sempre estão associados com a santidade de Deus. Quando Adão pecou foram colocados querubins na entrada do Jardim do Éden para guardar o caminho para a Árvore de Vida.

- Eles representam o governo justo de Deus, e são os executores da justiça de Deus.

Como os sacerdotes ministravam no santo Lugar, eles viram sobre eles e ao redor deles a toda hora - os quatro Querubins, que eram lembranças visuais da santidade de Deus. O Senhor os lembrou continuamente:

Lv 11:44-45 " Porque eu sou o SENHOR vosso Deus; portanto vós vos santificareis, e sereis santos, porque eu sou santo; e não vos contaminareis com nenhum réptil que se arrasta sobre a terra; Porque eu sou o SENHOR, que vos fiz subir da terra do Egito, para que eu seja vosso Deus, e para que sejais santos; porque eu sou santo."

Estas belas cortinas com seus querubins bordados ajuntadas com os colchetes formaram o tabernáculo e faziam dele uma só peça:

Ex 26:6 " Farás também cinqüenta colchetes de ouro, e ajuntarás com estes colchetes as cortinas, uma com a outra, e será um tabernáculo. "

Haviam 10 cortinas juntas. Cada uma delas tinha 28 côvados (12,5 m) por 4 côvados de largura, assim um único conjunto é pendurado em cima na cobertura, e abaixo, a armação estava elevada a 1 côvado (45 cm) acima do solo por todos os lados. De fato elas não foram penduradas individualmente, mas foram unidas em grupos de cinco, para fazer dois conjuntos grandes, com 28 por 20 côvado.

Para manter estas duas cortinas juntas, cinqüenta são trançadas com linha azul, cosidas no lado de uma cortina e no mesmo lado de outra cortina. Cinqüenta colchetes de ouro unem as cortinas, como as instruções diziam, 'o tabernáculo será um'

Ex 26:1-6 "E o tabernáculo farás de dez cortinas de linho fino torcido, e azul, púrpura, e carmesim; com querubins as farás de obra esmerada. O comprimento de uma cortina será de vinte e oito côvados, e a largura de uma cortina de quatro côvados; todas estas cortinas serão de uma medida. Cinco cortinas se enlaçarão uma à outra; e as outras cinco cortinas se enlaçarão uma com a outra. E farás laçadas de azul na orla de uma cortina, na extremidade, e na juntura; assim também farás na orla da extremidade da outra cortina, na segunda juntura. Cinqüenta laçadas farás numa cortina, e outras cinqüenta laçadas farás na extremidade da cortina que está na segunda juntura; as laçadas estarão presas uma com a outra.Farás também cinqüenta colchetes de ouro, e ajuntarás com estes colchetes as cortinas, uma com a outra, e será um tabernáculo.

É interessante que isto reunido e feito um, há pouco, é igual as palavras que Jesus usou quando Ele orou pelos seus seguidores:

Jo 17:20-22 " E não rogo somente por estes, mas também por aqueles que pela sua palavra hão de crer em mim; Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste. E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um."

Da mesma maneira, não deve haver nenhuma possibilidade de separação, ou separar-se as cortinas, que cobriam o santo lugar, assim o corpo de Cristo (a Sua Igreja) deve ser um e não poderia se dividir.

A Segunda Coberta (Pelo de Cabras)

Por cima desta primeira tenda havia uma segunda tenda colocada que era ligeiramente maior em tamanho. Foi feito de pelo de cabras pretas entrelaçadas. Em vez de começar com dez cortinas estreitas, eram usadas onze, cada deles com 30 côvados por 4 côvados. Isto significa, porque era 2 côvados mais longos, que a cortina de linho, cobria por primeiro.

Foram unidos seis destas cortinas para fazer uma cortina grande e permaneciam cinco, para formar outro. As duas cortinas (menos preciosas) grandes estavam tão unidas, e estas cortina envolviam a área Santa, os ganchos que a seguram são 50, e eram feitos de bronze e não de ouro.

O princípio era o mesmo ao longo do tabernáculo inteiro. O mais se afastava do Santo dos Santos, menor era a preciosidade dos materiais usados. E a lição disso para nós, é que, na presença de Deus há beleza e pureza (ouro) e fora, no mundo só há juízo (bronze) e uma necessidade de se limpar continuamente.

A cortina, era de 44 côvados(20 metros) por 30 côvados (13,5 metros), e usados para fazer uma dobra na frente, sobre a entrada, e também para cobrir a cortina debaixo, ao redor, dos lados e na parte de trás da tenda.

Ex 26:9 " E juntarás cinco destas cortinas à parte, e as outras seis cortinas também à parte; e dobrarás a sexta cortina à frente da tenda. "

Isso também significava, que as duas cortinas (este aqui e a debaixo) poderia ser coberta de tal modo que as suas junções não coincidiram.

A Terceira Coberta (Peles de Carneiro tingidas de vermelho)

A terceira coberta era de peles de carneiro tingidas de vermelho. Era a primeira das duas cobertas resistentes às intempéries

Ex 26:14 " Farás também à tenda uma coberta de peles de carneiro, tintas de vermelho, e outra coberta de peles de texugo em cima. "

Os carneiros eram usados para o sacrifício, no acontecimento com Abraão e Isaque, e o vermelho sempre representa sangue para a expiação.

(Veja Expiação pelo Sangue)

É interessante notar que nenhuma medida foi dada para esta coberta.

(4) a Quarta Coberta (Peles de Texugo)

A quarta coberta foi feita das peles de texugo, e novamente nenhuma medida foi determinada.

A palavra hebraica para peles de texugo ' tachash' pode se referir a um texugo ou um "Dugong" ou boi marinho. Um Dugong é um mamífero aquático que se achava nadando ao longo das praias do Mar Vermelho, e que agora está quase extinto.

Uma vez mais no tabernáculo, havia uma progressão do mais bonito para o menos atraente. Da primeira coberta de linho branco tecida com azul, purpúra e escarlata e decorada com querubins, à pele de texugo sem atrativo que cobria no lado de fora.

A cobertura final de peles de texugo não tinha nada de bonita. Imagine o que um estrangeiro que passava deve ter pensado ao ver esta tenda sem atrativos como o ponto central da adoração a Yaweh. Mas, como com tudo no reino de Deus, quanto mais profundamente nós buscamos as coisas de Deus, mais beleza e esplendor nós encontramos.

Um Tipo de Cristo

Cada uma das cobertas do tabernáculo apontavam a Jesus Cristo. A cortina íntima com suas quatro cores e os querubins tecidos no linho branco e fino, a segunda coberta de pelo de cabras falam de Jesus Cristo e o seu sacrifício. Lembre-se do bode expiatório que levou os pecados da nação para o deserto. A terceira coberta, de peles de carneiros tingidas de vermelho, apontam para Jesus como nosso substituto, da mesma maneira que o carneiro era o substituto para Isaque, quando seu pai Abraão estava levantando o cutelo. Mas a última coberta era de peles de texugo. Também apontam a Jesus Cristo. Como as peles de texugo não tinham nenhuma atrativo exterior na sua aparência, assim Jesus era um Israelita normal, um homem com nada atraente, nada que fizesse pensar que fosse o Rei de reis. Ele era humilde em caráter. Ninguém tinha qualquer idéia do que o Jesus se parecia, a não ser que Ele tinha uma barba, porque Isaías falou da sua barba sendo arrancada. Ele era um judeu e tinha uma barba, e isso é tudo aquilo pode ser extraído da Bíblia e da história. Mas a sua aparência era a mesma de qualquer Israelita.

Em todo o tabernáculo havia uma clara semelhança com Jesus Cristo. A pessoa que olha para a sua aparência exterior ou aparência física, jamais percebem a maravilhosa beleza que estão em Jesus.

Como Isaías profetizou:

Is 53:2 "Porque foi subindo como renovo perante ele, e como raiz de uma terra seca; não tinha beleza nem formosura e, olhando nós para ele, não havia boa aparência nele, para que o desejássemos."

Isaías falou de Cristo:

Is 33:17 " Os teus olhos verão o rei na sua formosura..."

Ele realmente era uma oferta pelo pecado

2 Co 5:21 " Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus."

Mt 27:46 " E perto da hora nona exclamou Jesus em alta voz, dizendo: Eli, Eli, lamá sabactâni; isto é, Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?"

Ele é o nosso substituto

Hb 2:9 " Vemos, porém, coroado de glória e de honra aquele Jesus que fora feito um pouco menor do que os anjos, por causa da paixão da morte, para que, pela graça de Deus, provasse a morte por todos."

Jo 1:29 " No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo."

Is 53:6 "Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos."

Is 53:2-3 " Porque foi subindo como renovo perante ele, e como raiz de uma terra seca; não tinha beleza nem formosura e, olhando nós para ele, não havia boa aparência nele, para que o desejássemos.Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum."

Mt 13:13 Por isso lhes falo por parábolas; porque eles, vendo, não vêem; e, ouvindo, não ouvem nem compreendem.'

Mt 13:16-17 " Mas, bem-aventurados os vossos olhos, porque vêem, e os vossos ouvidos, porque ouvem. Porque em verdade vos digo que muitos profetas e justos desejaram ver o que vós vedes, e não o viram; e ouvir o que vós ouvis, e não o ouviram."

Não haviam adereços em sua aparência exterior..

Copyright © 1998 O Acelerador de Conhecimento Bíblico