Tipologia
A Escritura e os Números
As Quatro Cores
As Vestes Sacerdotais

a mente judaica o assunto dos números é de grande importância. Ao longo das Escrituras há referências óbvias a números específicos que eram habilmente colocados lá pelo Espírito Santo por causa de algum significado especial. Patrick Fairbairn disse:

"Se Deus deu para todas as coisas o seu significado, e definiu os seus limites de acordo com tempo, espaço, poder, e número, e se Ele designou certas medidas para regular coisas e tempos, os números Bíblicos devem ser simbólicos, e são merecedores de nosso estudo; e como um assunto apto para estudo, as leis pelas quais este simbolismo de números é controlado, deve ser averiguado ".

O intento de interpretar precisamente o simbolismo de quaisquer destes números, em uma passagem bíblica, geralmente não satisfaz todos os intérpretes, mas algumas interpretações asseguram a verdade em muitos casos.

O Número 3

O número 3 parece representar tríades de perfeição na Bíblia. Às vezes de bem e às vezes de mal. Por exemplo:

O Trino Deus - o Pai, Filho, e Espírito Santo.
A trindade do mal - O dragão, anticristo, e o falso profeta.
A trindade da bênção - graça, misericórdia, e paz.
A trindade da maldade - O mundo, a carne, e o diabo.
Céu, terra, e o inferno.
Começo, meio, e fim.
A advertência em Tessalonicenses a todas as declarações de três dobras.

A trindade das Escrituras - A lei, os profetas, e escritos.
Jesus subiu no terceiro dia.
Note o que Paulo menciona sobre Salvação:

II Coríntios 1:10 "O qual nos livrou de tão grande morte, e livra; em quem esperamos que também nos livrará ainda"

O Homem é espírito, alma e corpo.
O Tempo é passado, presente, e futuro.
O espaço é tridimensional: comprimento, largura, e altura.
O universo é espaço, tempo, e matéria.


Semelhantemente na Bíblia, muitos rituais são levados a cabo em três dias, orações e jejuns anuais. O Três também é freqüentemente associado com o sacrifício de animais, que teve que ter três anos (Gênesis 15:9); O fruto que não seria colhido até três anos depois da árvore ser plantada (Levítico 19:23).

O Número 4

O Número 4 dá a idéia de representar o controle absoluto de Deus sobre o planeta.
As 4 direções na terra (norte, sul, leste, e oeste).
As 4 estações (verão, outono, inverno, e primavera).
Os 4 elementos que compõem o universo (tempo, energia, espaço, e matéria).
As 4 principais provisões para homem (terra, ar, fogo, e água).
As 4 divisões do dia (manhã, meio-dia, tarde, e meia-noite).
OS 4 ventos (Mateus 24:31)

A Bíblia menciona o número 4 muitas vezes: (Aqui só algumas)


João 11:17 "Chegando, pois, Jesus, achou que já havia quatro dias que estava na sepultura."

João 19:23 "Tendo, pois, os soldados crucificado a Jesus, tomaram as suas vestes, e fizeram quatro partes, para cada soldado uma parte; e também a túnica. A túnica, porém, tecida toda de alto a baixo, não tinha costura."

Apocalipse 7:1 "E depois destas coisas vi quatro anjos que estavam sobre os quatro cantos da terra, retendo os quatro ventos da terra, para que nenhum vento soprasse sobre a terra, nem sobre o mar, nem contra árvore alguma"


Apocalipse 9:13 "E tocou o sexto anjo a sua trombeta, e ouvi uma voz que vinha das quatro pontas (
chifres) do altar de ouro, que estava diante de Deus"

Apocalipse 21:16 "E a cidade estava situada em quadrado; e o seu comprimento era tanto como a sua largura. E mediu a cidade com a cana até doze mil estádios; e o seu comprimento, largura e altura eram iguais."


* Note todas as vezes em que o 4 é usado em Provérbios 30
* O quarto homem na fornalha ardente.
* Os 4 generais que assumiram reino de Alexandre (quebrado por Deus).
* Os 4 impérios mundiais (bestas) de Daniel
* Os 4 chifres (poderes gentis) de Zacarias

O Quatro parece representar a ordem do universo, como nas quatro fases da lua, os quatro pontos cardeais, os quatro rios do Paraíso (Gênesis 2:10), os quatro ventos de céu (Jeremias 49:36), os quatro guardiães do trono de Deus, e assim sucessivamente.

Mas o número quatro também pode representar quando Deus que traz calamidades, por exemplo, os Quatro Cavaleiros que trazem calamidade na terra (Apocalipse 6:1-8) e os quatro decretos de Julgamento (espada, escassez, bestas más, e pestilência) com que Deus condena os idólatras de Jerusalém (Ezequiel 14:21).

O Número 5

Porque o homem tem 5 dedos, 5 dedos do pé, e 5 sentidos, o número 5 parece ser o número da fraqueza humana. Ele é considerado fraco e dependente. O número 5 pode falar da fraqueza e inabilidade do homem, ou a força e a habilidade de Deus. Alguns exemplos interessantes:

* Os 5 pães não eram bastante para alimentar a grande multidão.
* Os 5 irmãos em Lucas 16 não puderam se salvar a si mesmos do lado de fora do hades.
* Os 5 maridos não puderam satisfazer a mulher do poço.

O Número 6

É visto que o número 6 representa a pecaminosidade e a fraqueza do homem e a inabilidade para alcançar a perfeição. Por causa do pecado, o homem tem que trabalhar durante 6 dias para se lembrar do seu pecado. Também pode ser visto o 6 como o número do mal e seu desenvolvimento pleno. A rebelião correrá seu curso completo com o homem da iniqüidade e o número do nome dele, 666.

O Número 7

O número 7 fala da perfeição ou plenitude. A provisão completa de Deus nos seus procedimentos para com os homens.

Alguns exemplos:

7 dias fazem uma semana completa
7 cores fazem um espectro perfeito
7 grandes massas de terra fazem a terra completa
7 notas fazem uma escala perfeita
7 grandes corpos de água formam um oceano completo

Houve os 7 dias de criação como também muitos outros exemplos ao longo das Escrituras:

Zacarias 3:9 "Porque eis aqui a pedra que pus diante de Josué; sobre esta pedra única estão sete olhos; eis que eu esculpirei a sua escultura, diz o SENHOR dos Exércitos, e tirarei a iniqüidade desta terra num só dia."

Apocalipse 1:4 "João, às sete igrejas que estão na Ásia: Graça e paz seja convosco da parte daquele que é, e que era, e que há de vir, e da dos sete espíritos que estão diante do seu trono;"


Para o judeu todo 7º dia era um Sabbath.
Todo 7º ano era um ano Sabático.
Depois que do 7º ano de Sabático era o ano de Jubileu.
Todo 7º mês era santo e tinha 3 festas.
Havia 7 semanas entre a Páscoa e Pentecostes.
A Festa da Páscoa durava 7 dias.
A Festa dos Tabernáculos durava 7 dias.
Na Páscoa, 14 cordeiros (Duas vezes 7) eram oferecidos diariamente.
Na Festa dos Tabernáculos 14 cordeiros (Duas vezes 7) e foram oferecidos 70 bois.
No Pentecoste foram oferecidos 7 cordeiros.
O tempo de luto por um morto foi fixado em 7 dias.

e assim por diante...

O Sete continua tendo proeminência simbólica no Novo Testamento, com Jesus revelando a Pedro que não é bastante que ele perdoe o irmão que havia pecado contra ele sete vezes, mas "setenta vezes sete" (Mateus 18:21-22). Sete também é o número dos cristãos de fala grega designados pelos Doze Apóstolos em Atos 6:3.

O Novo Testamento conclui em uma "grande onda de setes, com sétuplos, explícitos e implícitos, se mostrando em muitos versos ".

No Livro de Apocalipse havia:
As 7 cartas para as 7 Igrejas.
Os 7 Selos de Juízos
Os 7 Trombetas de Juízos
Os 7 Taças de Juízos
O 7 Candelabros Dourados
As 7 Estrelas
Os 7 Anjos
Os 7 Espíritos de Deus
O Cordeiro com 7 Chifres e 7 Olhos.
As 7 Lâmpadas de Fogo
Os 7 Trovões
O Dragão Vermelho Ardente com 7 cabeças e 7 Coroas.
O Leopardo como Besta com 7 cabeças.
A Besta cor de
Escarlate com 7 cabeças.
Os 7 Montes
Os 7 Reis



Tradição Judaica

De acordo com tradição judaica a criação do primeiro homem foi completada em 7 horas:

" Como Adão foi criado? Na primeira hora foi foi ajuntado o pó; na segunda foi criada a sua forma; na terceira ele se tornou uma massa informe; na quarto foram unidos os seus membros; na quinta foram abertos os seus orifícios; na sexta ele recebeu a sua alma; na sétimo ele se levantava sobre seus pés. . ." [O Talmude]

 

O Número 8

É visto que o Número 8 representa o número dos novos começos. Uma criança masculina era circuncidada ao 8º dia. O Sábado sagrado durou 7 dias e o 8º dia era o dia de Senhor, o novo dia . O número 8 fala de Jesus, e a Nova Aliança. A Igreja se encontrava no 8º dia, ou o primeiro dia, o novo dia.

O Número 10

O número 10 é um número muito significante na Bíblia. Examinando os usos do número 10 nas Escrituras, isto parece representar o fracasso humano e a provisão de Deus. Por exemplo:

- Os 10 espias não viram Deus dar poder e provisão, assim eles trouxeram um mau relatório:

Números 13:32 "E infamaram a terra que tinham espiado, dizendo aos filhos de Israel: A terra, pela qual passamos a espiá-la, é terra que consome os seus moradores; e todo o povo que vimos nela são homens de grande estatura."


- As 10 tribos falharam em andar com Deus e fazer a Sua vontade. Então, eles estabeleceram um reino separado dado à idolatria:

I Reis 11:31 "E disse a Jeroboão: Toma para ti os dez pedaços, porque assim diz o SENHOR Deus de Israel: Eis que rasgarei o reino da mão de Salomão, e a ti darei as dez tribos."

II Reis 17:22-23 "Assim andaram os filhos de Israel em todos os pecados que Jeroboão tinha feito; nunca se apartaram deles; Até que o SENHOR tirou a Israel de diante da sua presença, como falara pelo ministério de todos os seus servos, os profetas; assim foi Israel expulso da sua terra à Assíria até ao dia de hoje."



- Diante de Daniel os mágicos e astrólogos eram 10 vezes mais fracos e insuficientes:

Dan 1:20 "E em toda a matéria de sabedoria e de discernimento, sobre o que o rei lhes perguntou, os achou dez vezes mais doutos do que todos os magos astrólogos que havia em todo o seu reino."

- Os 10 leprosos estavam impossibilitados se curar, eles precisaram de Jesus:

Lucas 17:12 " E, entrando numa certa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez homens leprosos, os quais pararam de longe; "

 

O Número 12

Ao que parece o número 12 representa o número do governo de Deus.

A Bíblia conta que Jacó-Israel teve 12 filhos (Gênesis 35:22-27) e que cada um destes se tornou o fundador de uma das Doze Tribos de Israel, o povo de Deus (Gênesis 49:28). Jesus escolheu Doze Apóstolos (Mateus 10:2-4) para o início da Igreja. Haviam 24 classes de sacerdotes e levitas (I Crônicas 24:4) e 48 cidades de levitas (Numeros 35:7).

E novamente no Livro de Apocalipse, o número 12 fica muito evidente por simbolizar a salvação do povo de Deus. Há 24 anciões ao redor do trono de Deus e 144.000 dos salvos (Apocalipse 4:4; 7:4). é vista a perfeição da Nova Jerusalém em seus 12 portões, com cada "uma única pérola," e 12 fundamentos, cada um adornado com jóias. Sua circunferência é de 12.000 estádios, e seus muros são de 144 cúbitos de altura (Apocalipse 21:10-21; Ezequiel 48:30-35).

O Número 40

O número 40 aparece como um número arredondado na Escritura, que denota uma geração. Alguns dos juízes julgaram durante 40 anos (Otniel, Débora, Baraque, e Gideão). Saul, Davi, e Salomão que reinaram cada um como rei durante 40 anos.

As Escrituras falam freqüentemente do número 40:
As chuvas do Dilúvio duraram 40 dias e 40 noites
Moisés esteve 40 anos no Egito , 40 anos em Midiã, e no Monte 40 dias.
Israel vagou no deserto 40 anos.
Os espiões estiveram em Canaã por 40 dias.
Elias jejuou 40 dias.
Foram dados 40 dias a Nínive.
Jesus jejuou 40 dias
Jesus esteve com os seus discípulos durante 40 dias após a sua ressurreição (Atos 1:3).

Copyright © O Acelerador de Conhecimento Bíblico

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Tipologia
A Escritura e os Números
As Quatro Cores
As Vestes Sacerdotais

 

As quatro cores

 

Copyright © O Acelerador de Conhecimento Bíblico